advert

Hotel boutique em Roma

Organizando a minha viagem para a Europa, existia uma preocupação grande principalmente em cidades da Itália, encontrar um Hotel mais moderno, no estilo Boutique e não aqueles antigos que dão a impressão de pouca higiene, móveis e decoração antigos, também não se tratava de uma viagem sozinho, portanto queria um Hotel aonde minha esposa ficasse bastante confortável e nós, bem localizados. Foi então que procurando por um café das motos Ducati, encontrei o hotel Le Quattro Dame.
Em um imóvel histórico que por muitos anos serviu como residência, hoje tem usos diversos incluindo uma embaixada. A reforma foi agressiva e tomou ares mais modernos sem deixar de lado marcas e histórias italianas como por exemplo o elevador de grades, as escadas e paredes de mármore, as portas de madeira maciça e os quadros de “Polaiollo Firenze” que desde 1475 pintava os quadros de perfis femininos diversos, sendo que suas quatro obras mais famosas, expostas em suas versões originais na Galleria degli Uffizi em Firenze dão nome ao Hotel, esta coleção de Polaiollo também pode ser admirada nos museu: Metropolitan de Nova Iorque, Gemäldegalerie de Berlim e no museu Isabella Stewart Gardner em Boston.

Apesar das referências aos anos mais dedicados à arte, o Hotel também é moderno e segue o estilo Casa com Suítes, com poucos quartos, muito espaçosos e bem equipados, chaves e códigos de acesso ao prédio e aos quartos além de um lounge para leitura e descanso dos hóspedes.
Os quartos são equipados com máquina Nespresso, máquina para Capuccino, chaleira elétrica e mini bar além de ótima conexão Wi-Fi. Os acabamentos são de primeira, com luminárias da Kartell, colchões ortopédicos, ducha super confortável e metais de primeira linha. O banheiro separado do quarto por duas portas dá mais privacidade, além disso, conta com diversos armários, cofre e sistema de ar-condicionado super eficiente Tudo isso para descansar depois dos passeios que poderá fazer nas ruas ao redor do Hotel em função da sua ótima localização. E não se preocupe com os quartos virados para a rua pois todas janelas são anti-ruído e possuem venezianas originais de madeira além de um sistema de blackout para o quarto ficar bem escuro.

Em plena Corso Vittorio Emanuele 21, entre a Piazza Venezia e a Torre do Largo Argentina, você está a poucos quarteirões do Pantheon, Piazza Navona, Piazze di Campo de Fiori e di Trastevere, além da luxuosa Via dei Condotti e a Pizza di Spagna.

Apesar de todos os lugares serem gostosos em Roma, eu não posso deixar de recomendar um lugar especial que jantamos na primeira noite, a Salumeria Roscioli aonde comemos uma das Burratas mais especiais da viagem, macia e quase desmanchando ela vem coberta com um falso caviar de trufa negra que perfuma o ambiente e faz com que as mesas ao lado peçam o mesmo prato. Entre tantos pratos especiais, não deixe de tomar um bom vinho e finalizar com o Tiramisù da casa e um Vin Santo.

A propósito, a minha reserva foi feita direto pelo site do Hotel, aonde estava com o melhor preço e pude adicionar a reserva do motorista particular para nos buscar no Aeroporto Fiumicino o que é um conforto extra para quem está chegando de uma viagem de 12 horas ou mais, além de ter o preço fechado sem cobrança de bagagem, o que é bastante comum na Itália.

Os dias foram excelentes mas só estavam completos pois tínhamos a certeza da Hotel silencioso e o quarto confortável que nos aguardava depois de caminhar o dia inteiro por museus, ruas e parques.

No meu instagram vocês poderão ver mais imagens do Hotel e dos passeios que fizemos por Roma.
@andre_autowerk

Buon viaggio.

Categories: , ,