advert

Pagani Huayra BC

A sigla “BC” representa as iniciais de Benny Caiola, pessoa pela qual Horácio Pagani se inspirou por tantos anos. Benny sempre ficou impressionado pela dedicação, paixão e tecnologia que o Horácio empregava no seu trabalho no começo, por isso ele foi o primeiro cliente da Pagani Automobile.

O Huayra BC é o mais avançado Huayra feito até hoje. Foram introduzidas algumas inovações tecnológicas que serão empregadas nos próximos modelos da Pagani. Não é apenas uma reestilização do Huayra Coupé, mas um produto que inclui inovações em todo veículo, tem uma personalidade completamente diferente.

Apesar de ser um carro de rua com foco em track days e eventos especiais, o Huayra BC usou de inspiração os seus predecessores: Zonda R e Zonda Cinque. Nos últimos anos a Pagani tem enfrentado concorrentes com propulsão híbrida, uma combinação de motor à combustão com motor elétrico. Depois de muito considerar a Pagani decidiu não seguir os passos da concorrência e sim focAr os seus esforços em:
– homologar o mais leve hypercar do mundo
– desenvolver chassis e suspensão derivados de corrida para entregar o máximo de dinâmica, esportividade e segurança
– desenvolvimento de um novo câmbio AMT (Automated Manual Transmission), com foco em performance e conforto sem comprometer o peso e equilíbrio que se espera de um Pagani.

O câmbio foi desenvolvido do zero pela Xtrac e já é considerado uma das melhores tecnologias em transmissão. O sistema eletro-hidráulico de atuação do sistema junto com os sincronizadores de fibra de carbono foram desenvolvidos para dar maior precisão na troca e redução do tempo da mesma.

O motor é um V12 Bi-Turbo da Mercedes AMG, feito exclusivamente pra Pagani. O sistema de escape em titânio foi “redesenhado” para melhor acústica e ficar cada vez mais com ronco intenso quando o Huayra BC for dirigido na pista. Transformando assim a direção do Huayra BC em uma experiência única.

Um novo sistema de diferencial eletrônico foi introduzido nessa plataforma. Através de controles eletrônicos o diferencial se adapta facilmente as condições de direção, desde situações de pouca aderência até uma dirigibilidade mais agressiva de pista, sempre maximizando a tração e aumentando a estabilidade. O resultado disso é uma direção dinâmica e uma experiência que sempre vai inspirar mais confiança do piloto. O peso do câmbio e do diferencial eletrônico é cerca de 40% menor comparado com o atual câmbio de dupla embreagem.

A disposição transversal contribui para o tamanho compacto e concentra a massa para o centro de gravidade do Huayra BC. O resultado é que ele reduz o momento de inércia que tem um efeito negativo sobre a estabilidade e pode criar uma tendência para o oversteer.

O sistema ESP da Bosch oferece três modos de dirigibilidade: Comfort, Sport e o terceiro inédito “Track”. O sistema de tração moderno ajuda a otimizar a tração para os pilotos mais experientes sem comprometer a diversão e envolvimento do mesmo.

O interior do Huayra BC foi desenhado com o apelo que a Pagani sempre teve por estética e corrida sempre com o objetivo de redução de peso. O freio de mão mecânico foi substituído por um eletrônico e o volante é revestido em Suede para otimizar a pegada.

Ficha Técnica
Motor 6.0 V12
750 Cavalos
1.000 Nm de torque à 4.000 rpm
Câmbio de 7 marchas
Discos 380x34mm 6 pistões (D) e 380×34 4 pisões (T)
Peso seco 1.218
Rodas e Pneus 255/30r20 (D) E 355/25R21 (T) Pirelli P Zero Corsa

Categories: